Dicas de tecido para um Réveillon em grande estilo!

A comemoração da passagem de ano do dia 31 de dezembro para o dia 1.º de janeiro do ano seguinte é um momento marcado por simpatias e superstições. Para atrair sorte, dinheiro, amor e prosperidade no ano que se inicia, muitas pessoas costumam seguir rituais curiosos, que vão desde comer 12 gomos de uva, separar as sementes e mantê-las na carteira pelo resto do ano até guardar uma nota de dinheiro dentro do sapato.

No Brasil, uma tradição muito comum é a de estrear pelo menos uma peça de roupa na passagem de ano. Em 2019, segundo uma pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas), mais de metade da população (54%) afirmou que pretendia estrear um look na virada para o primeiro dia de 2020. E não é somente o ineditismo da indumentária que importa – a cor também tem a sua importância.  A roupa nova simboliza um novo começo e esperanças renovadas no ano novo que se inicia. Quanto às cores, embora o branco predomine na tradição brasileira, existem outras opções, cada uma com uma simbologia própria para celebrar o primeiro dia do ano.

E você, já pensou com que roupa irá se despedir de 2020? Nós da Duluda acreditamos que a ocasião merece uma celebração em grande estilo! Uma boa opção é mandar confeccionar a roupa, o que não só é uma opção econômica, como te dá mais liberdade na escolha do modelo. Por isso, neste post, preparamos algumas dicas de tecidos para ajudar você a escolher a roupa que melhor se adequa à sua celebração da virada. Vem com a gente!

Seda

A seda é um tecido clássico, de muita qualidade, que exala elegância. Este é o tecido ideal para uma celebração mais chique ou formal. Graças à sua fluidez e leveza, combina bem o nosso clima tropical. Com alguma criatividade, é possível combiná-lo até mesmo com outros tecidos mais despojados de modo a dar uma “quebrada” no look. Neste exemplo da foto, a blusinha de seda branca foi combinada com uma saia de paetê, deixando tudo mais interessante e menos previsível. A regata pode perfeitamente ser usada em várias outras ocasiões.

Modelo vestida com blusa branca e saia colorida

Fonte: Pinterest [email protected] Souza

Cetim

Mais acessível do que a seda, o cetim é uma espécie de substituto desta. Ele se destaca pela   leveza e por um brilho mais discreto. Tendo sido muito usado nos anos 2000, ele voltou com tudo no último ano. No Réveillon passado (2019), inclusive, o tecido virou tendência, tendo sido usado por várias famosas. Neste modelito, Mariana Ruy Barbosa aposta em um vestido de cetim, com decote redondo e abertura na perna.

Modelo com vestido longo em cetim

Fonte: Instagram / Reprodução

Este ano, por que não dar continuidade à tendência? O cetim é um tecido ideal para vestidos de diversos cumprimentos e pode ainda ser customizado com drapeados e aplicações.

Chiffon

Vestido branco em Chiffon

Fonte: Pinterest / @ui k

O chiffon é um tecido fino, leve e com certa transparência, ideal para ser usado em sobreposições com um forro um pouco mais encorpado por baixo. Ele é o resultado de uma mistura de fibras naturais, como algodão, seda e rayon, e mesclas sintéticas, como o poliéster.

Por ser bastante macio, é ideal para drapear. No exemplo da foto, o chiffon foi usado em um vestido longo, delicado e no estilo ciganinha, ideal para um Réveillon na praia.

Renda

Vestido em renda

Fonte: Pinterest / @ui k

A renda é definida como um tecido transparente de malha aberta, fina e delicada, que forma desenhos variados com entrelaçamentos de fios de linho, seda, algodão. Trata-se de um pano clássico, romântico e delicado, sendo, sem dúvida, uma das tendências para o Reveillon de 2020.

Ela pode ser usada em modelos longos e curtos, com babados e volume.

No modelo da foto, a renda é protagonista de um modelito lindo, ideal também para uma passagem na praia.

Tule

Vestido branco em Tule

Fonte: www.fashionbubbles.com

Talvez quando se pensa em “tule”, nos venha à mente a figura de uma bailarina ou mesmo de uma noiva. É que o tule foi mesmo popularizado por uma bailarina, a italiana Marie Taglioni, que revolucionou o ballet clássico vestindo precisamente uma saia deste tecido. Ele também foi o escolhido pela Rainha Elizabeth II para o vestido do seu casamento, em 1947.

A boa notícia é que o tule é aquele tipo de tecido atemporal, que nunca saí de moda, e também versátil, que vai bem desde o vestido de noiva até em peças mais informais.

Este modelo da foto alia duas tendências de 2020: a transparência e a texturização.

Voal / Voil

No calor do verão brasileiro, o voil torna-se um queridinho.

Ele é mais uma opção com transparência e leveza e, por isso, deve ser usado como sobreposição. Pode ser liso ou estampado e é uma aposta certeira para eventos diurnos que se estendem até a noite.

Laise

Vestido branco em Laise

Fonte: Pinterest / @ Blog Bruna Ribeiro

No verão de 2020, a laise ou broderie voltou com tudo! Parece renda, mas não é. Trata-se de um tecido de origem francesa, que não dava as caras entre as fashionistas há já algum tempo, mas que agora é tendência. Também extremamente versátil, ele pode ser usado nas mais variadas modelagens.

Basicamente, é um tecido leve de algodão, com bordados e muitas vezes vazados. “Laise” significa “conforto”, em francês, substantivo que tem tudo a ver com este pano, já que é feito de uma fibra natural e leve, que permite a respiração da pele através de seus “buraquinhos”. É perfeito para as altas temperaturas do Réveillon brasileiro!

Neste modelo da foto, o decote amplo equilibra o comprimento midi, complementado com um cintinho marcando a cintura e babados.

E quanto às cores, só vale branco?

A resposta é: não! O branco é, claro, a cor mais usada no Réveillon brasileiro pelo menos desde os anos 1950, simbolizando paz e pureza. Você deve ter reparado, inclusive, que as nossas dicas incluíram apenas modelitos nesse tom, mas a verdade é que várias outras cores podem usar usadas na virada. Prata, que simboliza inovação; amarelo, que simboliza riqueza; vermelho, que simboliza paixão; laranja, que simboliza ousadia são exemplos de outros tons que podem ser perfeitamente usados na hora de escolher o tecido para a sua roupa da virada.

Por exemplo, por que não ousar e escolher o verde, cor que simboliza saúde e esperança? É praticamente tudo do que a gente precisa em 2021!

Gostou das nossas dicas? A Duluda conta com uma grande variedade de tecidos para o look de Réveillon deste ano. Segue a gente Instagram e no Facebook para mais dicas como as deste post!

Até a próxima!

Duluda – Tudo Pra Você